Buscar
  • Pizzaria 1981 em Praia Grande

HISTORIA DA PIZZA

Atualizado: 7 de dez. de 2021


19/10/2021


o INÍCIO, A EVOLUÇÃO, O significado E AS HISTÓRIAS MISTERIOSAS E MUITO CONTROVERSAS ATÉ A PIZZA SE TORNAR UM DOS PRATOS MAIS PEDIDOS E CONSUMIDOS NO MUNDO INTEIRO.





Melhor Pizza Margherita napolitana da Pizzaria 1981 em praia grande
Pizza Margherita Napolitana

A pizza é um dos pratos mais conhecidos e consumidos da cozinha italiana, e é considerado um patrimônio gastronômico cultural da Itália, você sabia que a palavra “pizza” tem algumas suposições controversas para a formação do seu nome, alguns etimologistas falam que sua origem vem do latim da palavra "picea" que se traduz em algo como um disco de massa assada com ingredientes, temos outros historiadores que acreditam que a origem do nome pizza venha do grego medieval "petta" que significa torta ou bolo assados, eram feitos com farinha de trigo, arroz ou grão de bico assado em tijolos quentes, e ainda temos uma outra opção, alguns pesquisadores que acreditam que a palavra tenha sido criada a partir de um antigo dialeto alemão chamado "bizzo", que significa algo como pedaço ou mordida de massa.


Desenho na era Egípcia antiga produção da farinha do trigo, lá na era egípcia entre 3200 a.c. e 32 a.c
Desenho na era Egípcia da coleta do Trigo

Este mistério que circunda até hoje sobre o nome da pizza, independente se começou como picea, petta ou bizzo, onde diferentes culturas afirmam ter criado a primeira de todas, o que sabemos é que os italianos aperfeiçoaram o processo de como ela é feita e criaram o nome pizza, o nome e o processo de como a pizza é feita é genuinamente italiano, mas a história da pizza se inicia muito antes do nome, ela começa pela arte da cultura do trigo e consequentemente da produção da farinha do trigo, lá na era egípcia entre 3200 a.c. e 32 a.c, neste período já se utilizava a farinha e a água para se fazer uma fina camada de massa que era chamada de "pão de abrahão ou piscea", naquela época muito consumida pelos egípcios e hebreus, mas com a descoberta do fermento pelos próprios egípcios, ocorreu uma evolução que é utilizada até hoje.




Desenho da produção da massa com farinha de trigo e água na era egípcia
Desenho da produção da massa com farinha de trigo e água na era egípcia


A história da pizza se mistura com a do pão e da cerveja, já que utilizam o trigo como a maior matéria prima de produção, o fermento criado pelos egípcios era feito da seguinte forma, eles guardavam um pouco da mistura entre farinha e água sovada onde virava uma massa crua, e essa massa crua sovada fermentava e azedava em seu repouso, através da ação das leveduras e bactérias presentes no ar, quando a massa fermentada era misturada e sovada com a nova massa crua resultava no crescimento da massa, com esta evolução obtinham um pão com uma textura bem mais macia, muito leve por dentro e com uma crosta crocante e saborosa por fora.


Herodoto reconhecido pai da história, historiador e geógrafo grego Heródoto em 450 a.c.
Herodoto pai da história, historiador e geógrafo grego

Os gregos chamavam os egípcios "arthophagoi" mais conhecidos como comedores de pães, e um dos primeiros achados escritos encontrados são do reconhecido pai da história, historiador e geógrafo grego Heródoto em 450 a.c., onde ele comenta que "O povo está temeroso com o consumo de alimentos fermentados, mas os egípcios consomem massa de pão fermentado" , no ano 03 a.c. os fenícios e os turcos já incrementaram a receita e faziam a massa e assavam ela com carne.


No Antigo Egito, na terra fértil na margem do Rio do Nilo, ocorreram grandes evoluções no processo da massa com a criação de peneiras para melhor refinamento da farinha do trigo, na própria produção da massa onde se amassava com os pés, na fase da fermentação com a utilização do mosto da cerveja e da uva, no forme de assar em vasos de cerâmica ou em pedras quentes no meio da brasa do fogo.


Cruzada é um termo utilizado para designar qualquer dos movimentos militares de inspiração cristã que partiram da Europa Ocidental em direção à Terra Santa e à cidade de Jerusalém com o intuito de conquistá-las, ocupá-las e mantê-las sob domínio cristão
As cruzadas no seculo 11

Mas foi na conhecida "guerra das cruzadas" por volta do século 11 em que os turcos chegaram no Porto de Nápoles na Itália com essa massa recheada, e de lá pra cá quase tudo mudou, os italianos utilizavam trigos da melhor qualidade em sua produção, no início, eles usavam banha e as ervas aromáticas regionais da época, mas ainda não havia chego o grande destaque de uma pizza, o tomate.


Nesta época do século 16 a pizza não era como a que conhecemos e consumimos hoje, a pizza não era redonda, mas ela era fechada, dobrada ao meio, como se fosse um sanduíche ou melhor era chamada de calzone, naquela época tornou-se normal que as pessoas comprassem as suas fatias de pizza e fosse comê-las em sua caminhada para os seus destinos.


Esse movimento levou a uma grande mudança nos hábitos alimentares dos italianos e foi na cidade de Nápoles na Itália que os napolitanos aperfeiçoaram a pizza que comemos e fundiram a receita da pizza colocando queijo em sua superfície, colocaram azeite ao invés de banha, nesta época ainda sem incorporação do tomate, temos como registro histórico que em 1535, o poeta Benedetto Di Falco escreve que a “focaccia, em napolitano é chamada de pizza” e a partir daí o nome pizza finalmente se torna oficial.



Pizza Mastunicola (manjericão, queijo, oregano e azeite)
Pizza Mastunicola


A história moderna da pizza começa enfim a partir de 1600, com a massa de pão assada em forno à lenha e temperada com alho, azeite de oliva e sal e já no século XVII, os napolitanos criaram uma receita de pizza com um aroma maravilhoso de manjericão, a pizza foi chamada de "Mastunicola", com a descoberta da América, o tomate chega a Itália, quando os conquistadores espanhóis, trouxeram da América e levaram para a Europa e a partir daí que tudo ganha ainda mais sabor!


Logo no começo o tomate era utilizado na cozinha como um molho bem cozido com um pouco de sal, logo testaram e incorporaram o manjericão, e os Italianos Napolitanos tiveram a super grande ideia de utilizar o tomate inventando a pizza que conhecemos até hoje, temos relatos que a mussarela chegou a partir de 1800, nesta época é quando a cultura da pizza já é muito disseminada e consumida entre a população, e vai ganhando fama e sucesso onde a alta cúpula da sociedade quer prová-la também como príncipes, governantes e barões.



A Pizza se torna mais popular com o rei umberto I e a rainha margherita



Rainha da Italia Margherita de Saboia
Rainha Margherita de Saboia


A pizza ficou muito reconhecida, muito se deve ao papel dos Reis Italianos que tiveram um grande destaque na popularização da pizza, mas apesar de seu grande sucesso, por muito tempo o fenômeno da pizza limitou-se ao Reino de Nápoles em outros locais fora da região napolitana o sucesso da receita não foi repentino e a pizza ainda não era tão popular.


Em junho de 1889, os então Reis soberanos da Itália, o Rei Umberto I e a Rainha Margherita, realizaram uma visita a Nápoles e queriam conhecer a comida local, logo para este super evento foi chamado para cozinhar para os Reis o melhor pizzaiolo da época, Raffaele Esposito, ele preparou para a Rainha Margherita e o Rei Umberto 03 pizzas: a pizza Mastunicola (manjericão, queijo e azeite), preparou também uma bela pizza Marinara de alho, tomate, azeite e orégano e também produziu uma pizza espacial nas cores da Itália com os seguintes ingrediente: tomate = vermelho, incluiu mozzarella = branco e finalizou a pizza com manjericão = verde nas cores da bandeira italiana como uma forma de homenagear a visita real.


Carta da Rainha Margherita que escreveu uma carta de agradecimento ao pizzaiolo
Carta de Agradecimento da Rainha Margherita ao pizzaiolo

A popularidade da pizza aumentou imediatamente, quando alguns dos membros do conselho da realeza se apaixonaram pela pizza, a Rainha Marguerita também ficou encantada com a pizza feita especialmente nas cores da Itália, com o sabor e pela homenagem, e assim por este motivo a Rainha Margherita escreveu uma carta de agradecimento ao pizzaiolo, ele em uma nova homenagem a Rainha, como a receita da pizza ainda não tinha nome, coloca o nome da Pizza de Marguerita.



A "Antica Pizzeria Port'Alba" em Nápoles, é a pizzaria mais antiga da história que se tem registro e começou a assar as massas em 1738
A "Antica Pizzeria Port'Alba", é a pizzaria mais antiga da história de 1738

A "Antica Pizzeria Port'Alba" em Nápoles, é a pizzaria mais antiga da história que se tem registro e começou a assar as massas em 1738, antes mesmo da Itália ser um país unificado, e no fim do século XVIII, a pizza era comida diariamente nas ruas e era preparada pelos vendedores para clientes humildes, a pizzaria vendia pizza para quem estivesse de passagem, e ainda hoje, quase 200 anos depois da sua abertura, esta pizzaria ainda continua funcionando no centro histórico de Nápoles, um verdadeiro patrimônio histórico da pizza.


Foi na virada dos séculos XVIII para XIX que o costume de comer pizza começou a se espalhar mais ainda e foi neste período que marcou a grande cultura de abertura de pizzarias da forma como as conhecemos hoje, e a primeira pizzaria nos Estados Unidos foi aberta em 1905, pelo italiano Gennaro Lombardi, sua pizzaria ficava em Manhattan em um bairro chamado Litle Italy, onde se concentram muitos imigrantes italianos nos EUA.


A pizza e as pizzarias foram conquistando os paladares mais exigentes e mais peculiares em todo o mundo todo, e hoje, como sabemos é um dos pratos italianos mais consumidos no planeta inteiro, e como uma forma de celebração da história italiana rica em tradições, ingredientes e sabor a arte de fazer pizza napoletana tornou-se em 2017 Patrimônio Histórico Cultural Imaterial da UNESCO.



História da Pizza no Brasil



Navio La Sofia com Imigrantes Italianos em 1874 de Genova para o Espirito Santos com quase 400 italianos
Navio La Sofia com Imigrantes Italianos

Os imigrantes italianos chegaram no Brasil em meados de 1874 no navio a Vapor La Sofia no Espirito Santo, com quase 400 imigrantes italianos vindos do Porto de Gênova na Itália, eles vieram devido a oportunidade da falta de mão de obra no Brasil com a proibição do tráfico de escravos, onde em 1850 foi abolida a escravatura, e devido a recessão com o inicio do movimento industrial, após esta expedição, imigraram milhões de italianos após estes primeiros desbravadores, e você sabia que, o Brasil é a maior colônia de italianos do mundo fora da Itália.


A Pizza no Brasil chegou a mais de 110 anos e a primeira pizzaria foi aberta no Brasil em 1910, com a chegada dos imigrantes italianos, o bairro escolhido para a instalação e moradia dos pizzaiolos foi lá no Brás, na cidade de São Paulo, o Brás até hoje é um reduto de imigrantes italiano e muito conhecido pelos paulistas onde encontramos excelentes cantinas e pizzarias.


Com a chegada dos imigrantes italianos inicialmente no Brás em São Paulo/SP, as primeiras pizzas começaram a ser comercializadas no Brasil, temos em pesquisa a informação de que o cidadão de Nápoles na Região da Calabria na Itália, o napolitano Carmino Corvino, conhecido como Dom Carmenielo, abriu no Brasil a extinta Cantina e Pizzaria Santa Genoveva, de acordo com o livro Retalhos da velha São Paulo, uma das primeiras pizzarias do Brasil em São Paulo foi instalada na esquina da Avenida Rangel Pestana com a Rua Monsenhor Anacleto, a pizzaria e cantina foi inaugurada em meados do ano de 1910, e foi considerada uma das primeiras pizzarias da cidade de São Paulo e uma das primeiras cantinas do brasil, no início ele somente servia 03 sabores de pizzas margherita, aliche e napolitana, fora as massas e molhos caseiros artesanais.


A pizzaria dos italianos no início, acreditem, não era a mania mundial que é hoje, era um momento embrionário de conhecimento e descoberta da pizza, onde a maioria das pessoas não conhecia, somente em meados de 1950 que a pizza se tornou popular por todo o país e se tornou parte da cultura alimentar e gastronômica de todos os brasileiros.


Chegando nos anos de 1950, aos poucos, a pizza foi se enraizando na cultura e na gastronomia dos paulistanos e de todos os brasileiros, sendo abertas novas pizzarias e cantinas em todo o nosso brasil, com o tempo e com a criatividade dos brasileiros, e o amor pela pizza os tipos de massas e de coberturas foram ganhando cada vez mais sabores, misturas e modificações, sabemos que no início a tradição italiana era conservadora e as pizas vendidas na época eram de pizza marguerita, pizza de anchova na Itália = aliche no Brasil e a nossa pizza calabresa, você sabia que (o nome calabresa vem da região da Calabria ao Sul da Itália, e lá o nome calabresa é Salsiccia di Calabria), e assim foram evoluindo a medida que embutidos, hortaliças, verduras e legumes foram ficando mais e mais presentes no nosso dia a dia e incluídos no cardápio de sabores de pizzas e pizzarias.


Hoje a realidade é muito diferente daquela época, para efeito de informação, hoje no Brasil o país já fabrica quase dois milhões de pizzas em média por dia e o estado de SP é responsável por mais de sessenta por cento deste volume de vendas, hoje a pizza é paixão nacional.


Uma outra informação interessante é que a cidade de São Paulo/SP é a segunda cidade que mais consome pizza no mundo, estamos atrás somente de Nova Iorque nos Estados Unidos da América, ganhamos até dos Napolitanos, tanto carinho, amor e prazer em comer pizza que os brasileiros possuem em comer pizza que desde 1985, no dia 10 de julho é considerado um dia muito especial, é comemorado o dia nacional da pizza, onde temos várias comemorações, promoções e eventos voltados nas pizzarias para a pizza e para os clientes.




História do Delivery de Pizza



A História do Delivery de Pizza começa na Itália em 79 d.c. depois ganha força após a 2 guerra mundial nos EUA e hoje é uma força em expansão mundial
História do Delivery de Pizza


Hoje a vida é muito corrida e com o nosso tempo cada vez mais escasso, é lógico que a favor da conveniência também, faz com que uma das nossas maiores opções, fora cozinhar em casa, seja para pedir para entregar a nossa deliciosa pizza, outros tipos de alimentos, comidas e produtos em geral, o famoso delivery que é uma palavra inglesa, que remete a entrega, distribuição e remessa.




Termopólio em Pompeia Italia, termopólio é um local com alimentos já preparados, manuseados, preparados quentes e prontos para consumo, os termopólios eram locais com bancadas e balcões em forma de L e possuíam mesas onde a comida ainda quente era armazenada com alimentos já preparados em grandes panelas de cerâmica chamado de dólio
Termopólio em Pompeia Italia



Na época da Roma antiga, em 79 d.c., na região da Pompéia e Herculano, onde se tem registros e foram encontradas escavações, estruturas em ruínas que estão sendo preservadas e restauradas, a entrega de pizza, de comida e de alimentos era uma necessidade diária, já que em sua maioria os romanos eram pobres e na estrutura de suas casas que geralmente eram o portão de entrada "ostium", o pátio frontal "atrium" e o quintal "hortus" não possuíam uma cozinha.



Termopólio em Pompeia na Italia Roma Antiga, termopólio", um local com alimentos já preparados, manuseados, preparados quentes e prontos para consumo, os termopólios eram locais com bancadas e balcões em forma de L e possuíam mesas onde a comida ainda quente era armazenada com alimentos já preparados em grandes "panelas de cerâmica" chamado de dólio
Termopólio em Pompeia na Italia Roma Antiga


Sem a cozinha, os romanos buscavam se alimentar no "termopólio", um local com alimentos já preparados, manuseados, preparados quentes e prontos para consumo, os termopólios eram locais com bancadas e balcões em forma de L e possuíam mesas onde a comida ainda quente era armazenada com alimentos já preparados em grandes "panelas de cerâmica" chamado de dólio, o termopólio é uma palavra que vem do grego thermopolion, e até hoje os "termopólios" são considerados pelos pesquisadores e historiadores como os precursores dos restaurantes devido servirem comida fresca que poderia ser consumida no próprio local ou retirada para que fosse consumido em outro local.


Na história recente, reza a lenda de que os soldados que voltavam da 2º Guerra Mundial nos EUA, muitos inválidos por conta de amputações, além da própria população que precisava da conveniência de não sair de casa em dias de chuva, com a produção em massa e disseminação dos carros e motos, além de é claro, a expansão da rede telefônica fixa, que hoje em dia caiu drasticamente, nem todos poderiam ir até as suas pizzarias favoritas e restaurantes prediletos, foi então que uma pizzaria de Nova Iorque EUA começou a oferecer o serviço de levar e entregar as pizzas através do telefone como meio de comunicação e de motos, carros e bicicletas para entrega como meio de transporte.


As entregas de pizza foram armazenadas em mini containeres, transportadas e entregues aos clientes, desde então a facilidade para pedir pizza, outros alimentos e até produtos só aumenta no mundo, a rapidez a agilidade na entrega e a segurança neste tipo de serviço só faz crescer a demanda das pizzarias, dos restaurantes e empresas de vendas de produtos no mundo inteiro.



Como surgiu a expressão popular " Vai Acabar tudo em Pizza"





Temos uma suposição da explicação para a origem do termo que vem do futebol paulista, sendo mais especificamente apontando para a tradicional equipe do Palestra Itália - Palmeiras, já que sempre foi grande a disputa política dentro do grande clube que é de origem italiana e sempre ocorreram brigas com trocas de insinuações e acusações entre os diretores do clube na época da situação que gerou a expressão popular.


É contado nas histórias de corredores de campo e até de vestiários, que na época de 1960, alguns representantes conselheiros do Palmeiras se reuniram para resolver alguns problemas que haviam trazido uma grave crise a agremiação, eles vinham de um momento delicado de erros e muitas discussões devido a estas contratações.


Após horas e horas em discussão, negociações e concessões, finalmente, depois de mais de 14 horas, os conselheiros estavam com muita fome e resolveram matá-la em uma pizzaria e como não poderia ser diferente, após várias rodadas de chopp, diversas garrafas de vinho e 18 pizzas deliciosas depois, a paz voltou a reinar no CT do Porco.


O jornalista da Gazeta Milton Peruzzi, que na época trabalhava no conceituado jornal A Gazeta Esportiva e estava cobrindo diariamente esta situação delicada na Diretoria Palmeirense, acompanhou todo o encontro e escreveu no dia seguinte como um furo de matéria na manchete no jornal do dia seguinte: "Crise do Palmeiras termina em pizza", e não é que a expressão pegou, e até hoje é muito utilizada no dia a dia em situações delicadas que terminam com um final feliz.


Em São Paulo, de acordo com pesquisas a 2º maior fabricante e consumidora de pizzas no mundo, que possui uma grande colônia italiana, o consumo de pizzas é gigantesco e freneticamente diário, a população com sua mania mundial de reunir-se em uma pizzaria, ou em casa, ou no trabalho, sendo frequentemente significado de uma celebração ou de um acordo, um fechamento comercial, uma causa ganha, até um problema resolvido.


Deste costume, surgiu a conhecida expressão, diariamente usada pelos brasileiros e no mundo inteiro, associando um processo que envolva ações de falta de ética que culminarão em nenhum condenado, ou alguns tipos de atos de ilegalidade que evoluirá como um resultado onde nenhum dos envolvidos destes atos será condenado, associando a esta situação a expressão: "vai acabar tudo em pizza" e nenhum deles pagará pelos atos.


Quando apenas um dos alguns dos envolvidos na situação, geralmente sempre é condenado algum deles de menor importância e relevância, enquanto que os grandes culpados não são penalizados, ou existe um movimento de paralização e estagnação, terminando em uma mesa de negociação onde existe o ganha x ganha entre as partes terminando tudo em pizza, como se as pessoas envolvidas, sendo eles acusados e acusadores, comprador x vendedor, ganhador x perdedor, se sentassem em uma pizzaria, e após o fechamento da negociação celebrem apreciando a saborosa iguaria quentinha, é como se celebrassem o acordo durante uma bela rodada de pizza, mangia che te fa bene.




Sabe Qual o Tamanho da Maior Pizza do Brasil?


Foto da maior pizza do brasil em esteio rs em 2019
Foto Maior Pizza do Brasil


No Brasil, o recorde de maior pizza brasileira foi feito com uma redonda de 3,46 metros de diâmetro, 156 quilos e chegou a mais de 1,2 mil fatias, a pizza enorme foi produzida em Esteio/RS em um Centro de Exposições no estande da APIL - Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul, com esse diâmetro esta redonda bateu recorde nacional, levando o Título de maior Pizza do Brasil.


Para conseguir produzir essa pizza gigante, foi um processo artesanal que durou mais de 18 horas de produção, desde a etapa de fermentação até a esticada e manejo da massa da pizza considerando este tempo de mais de 18 horas foi o tempo considerado até assá-la totalmente e iniciar os serviços de servir os pedaços aos convidados.


A maior pizza brasileira foi montada com vários ingredientes, dentre eles muita, mas muita mussarela com tomate, catupiry, queijo gouda, requeijão e provolone, foi necessário, a foto está acima para comprovar, da ajuda de um guindaste para que o pizzaiolo conseguisse colocar recheio nas partes mais centrais da maior pizza brasileira, uma digna festa foi feita para confratenizar o feito e servir a saborosa piza.


Foram necessários mais de 15 pessoas na produção da bruta pizza, antes do processo de assar, chegou aos pesados 186 kg, sabemos que após a cocção ela reduz os líquidos e umidade e reduz seu peso, mas após assada chegou aos pasmem, 156 kg, alcançando as medidas necessárias para bater o recorde de maior pizza do brasil.


O mestre pizzaiolo Peterson Seco falou e brincou que, pensando que a costela gaúcha leva em média 12 horas de fogo para ficar pronta, a maior pizza do brasil levou mais de seis horas. Foram utilizados mais de três metros de lenha para a cocção da massa e com a ajuda de maçaricos para derretê-la na parte superior e contou com a auditoria da Equipe Ranking Brasil para atestar as medidas e validar esta pizza como a maior do brasil, onde o que interessou foi o comprimento e o peso, além é claro do sabor.



Sabe Qual o Tamanho da Maior Pizza do Mundo?


Foto da Pizza Ottavia considerada a 2º Maior Pizza do Mundo, feita na Itália em Roma em 2012 com mais de 40 metros de comprimento
Foto da Pizza Ottavia 2º Maior Pizza do Mundo Italiana feita em Roma em 2012

A 2º maior pizza do mundo foi registrada no Guinness Book, o livro dos recordes, ela foi feita na Itália em Roma e o nome de batismo dela foi de Ottavia, a sua dimensão é maluca, são mais de 40 metros de diâmetro, uma homenagem ao primeiro imperador romano, uma digna homenagem ao império.


Em 2012 em Roma o chef Dovilio Nardi comandou a equipe de pizzaiolos que produziram a 2º maior pizza do mundo, nesta mega operação foram necessários e reunidos vários mestres pizzaiolos, que ininterruptamente assaram, por mais de 48 horas, a 2º maior pizza do mundo que rendeu mais de 5 mil fatias de pizza.


O recorde anterior, tinha pouco mais de 37 metros e havia sido feita na África do Sul em 1990, ficando com o 3º lugar de maior pizza do mundo.



Foto da Pizza considerada a 1º Maior Pizza do Mundo, feita nos EUA em Fontana Los Angeles em 2017 com mais de 1,93 kilômetros de comprimento e quase 8 toneladas
Foto da 1º Maior Pizza do Mundo no EUA feita em Los Angeles 2017


Já em primeiro lugar com o título de 1º maior pizza do mundo registrada no guiness book, desde as primeiras horas do dia, dezenas de pessoas, ajudantes, assistentes, chefs de cozinha e principalmente pizzaiolos trabalharam no circuito automobilístico de Fontana em Los Angeles nos EUA.


Eles prepararam e assaram a maior pizza do mundo feita em 2017 nos EUA, que atingiu loucos 1,93 Km de comprimento, uma pizza enorme de quase 2 kilômetros de comprimento, medidas estas certificadas por representantes da organização responsável pelo Guinness Book.


Ela foi aberta, montada e recheada sobre um dos maiores andaimes já construídos, isso é insano, com o impressionante peso total final da pizza de 7.808 kg, segundo o auditor do Livro dos Recordes do Guinness e dos próprios organizadores do grandioso evento.


Para termos uma noção de peso somente a massa pesava mais de 3.632 kg, uma pizza normal são cerca de 350 gramas, foram utilizados mais de 2.542 quilos de molho de tomate no tempero e recheio da maior pizza do mundo, em uma pizza normal, são cerca de 100 gramas de tomate, foram utilizados mais de 1.634 quilos de queijo, em uma pizza normal são 300 gramas, com todo este exagero, o comentário no evento foi de que esta pizza ficou gigantescamente saborosa.


Depois de tanta informação de qualidade, deve ter dado água na boca para comer uma deliciosa pizza, experimente a pizza marguerita da Pizzaria 1981 em Praia Grande, você vai se apaixonar.


Saiba mais sobre como harmonizar pizza e vinho


Descubra mais sobre as curiosidades sobre a pizza


Conheça mais sobre a História da Pizza


Descubra do que são feitas as Pizzas da Pizzaria 1981 na Praia Grande


Saiba mais sobre como é a Pizza Marguerita da Pizzaria 1981 Praia Grande


Conheça mais sobre a Pizza Portuguesa da Pizzaria 1981 em Praia Grande


Descubra mais sobre a Pizza Calabresa da Pizzaria 1981 na Praia Grande


Conheça como é feita a Pizza de Atum da Pizzaria 1981 na Praia Grande


Saiba mais sobre a Historia da Pizzaria 1981 Praia Grande


Saiba mais sobre a missão, visão e valores da Pizzaria 1981 na Praia Grande


Página Inicial Pizzaria 1981.


Fontes:


https://pt.wikipedia.org/wiki/Pizza


https://www.infoescola.com/historia/pizza/


https://blog.consumer.com.br/historia-da-pizza/


https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-surgiu-a-pizza/


https://claudia.abril.com.br/cozinha/a-historia-da-pizza-que-era-comida-popular-e-ganhou-aval-da-realeza/







Logotipo Pizzaria 1981

231 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo